Mobile Marketing. Por onde começar?

Com o ano de 2010 fechando com mais de 202 milhões de aparelhos celulares habilitados no país, as marcas que ainda não abriram os olhos para esse potencial estão fadas a ficar cada dia mais para trás enquanto outras marcas nadam de braçadas nesse cenário.

Experimente um dia sair de casa sem seu celular e veja o quanto você é dependente dele. Parece até que se sairmos sem o aparelho nossa necessidade de falar com alguém aumenta em dez vezes!

Em dezembro de 2010, pela primeira vez o pais teve mais celulares ativos do que a população, na casa dos 193 milhões de pessoas. Dificilmente veremos a população maior que celulares novamente. Graças a esse fato que muitas marcas começam a mirar nesse novo cenário de relacionamento com o consumidor. Até o M-commerce, ou comércio pelo mobile começa a despontar no Brasil como mais uma fonte de renda das marcas.

Mas apenas o fato de termos mais de 200 milhões de celulares ativos já credencia qualquer marca a entrar nesse mercado? Sim, credencia, mas vamos com calma nesse assunto, pois para uma marca entrar nesse cenário é preciso saber entrar, ou vai gastar dinheiro à toa.

O primeiro passo a entender, parece óbvio, mas é esquecido em algumas discussões é que a tela do celular é menor do que o monitor de um computador, logo, nem tudo o que está no site é preciso estar em sua versão mobile. A conexão via mobile é mais lenta que do PC, logo, mobile sites com muita animação, fotos, vídeos demora mais para carregar e pode perder audiência por isso.

Entendido o primeiro passo, que é bem básico, vamos para uma parte mais complexa que passa pelo planejamento estratégico do projeto. Não queira fazer um mobile site por fazer, pois será investimento de tempo e dinheiro jogados no lixo. Pense na estrutura básica do planejamento: Objetivo, público-alvo, estratégia, tática e retorno.

Por que ter um mobile site? Respondido isso, você tem o objetivo definido. A partir disso as coisas começam a ficar mais claras. O público da marca tem interesse em acessar ao site pelo mobile? O site é bem acessado? Qual o perfil do público e a penetração de internet móvel nesse público? Essas questões ajudam a definir se seu publico vai ao menos acessar o site via celular; ajuda também a definir um pouco mais e ir além do público “ambos 25+ Classe ABC”.

Definiu o objetivo e o público, está na hora de entender como impactar. A plataforma é o mobile mas será que é preciso apenas uma ação no mobile ou as pessoas precisam ser impactadas de outras formas para conhecer o projeto? A estratégia é fundamental. Definido isso, definisse como fazer acontecer, a parte tática, que é efetivamente definir o escopo e mostrar como o mobile site vai ser, que áreas, que conteúdo, que interação, como será a atualização e o que se espera que o usuário faça.

O retorno para a marca é conseqüência de um planejamento muito bem desenhado, amarrado e com objetivos claros. A partir daí, é trabalhar, mensurar resultados e avaliar a performance do mobile site.

Compartilhe agora
divider-tags
Saiba mais sobre:

Uma resposta

  1. Ótimo post, acredito que o Mobile Marketing deverá crescer muito, principalmente com o grande avanço em uso de pacote de dados de internet para smartphones, o que torna a divulgação possível e viável.

    Porém algumas empresas estão apostando no SMS, estou percebendo que gera um certo desconforto por parte do consumidor abrir uma mensagem com a divulgação de uma marca/produto e muitas empresas ainda investem de forma equivocada, mais em relação a sites e aplicativos as marcas estão de estruturando muito bem.

    Abraços.
    @Tony_BriefMkt http://www.briefmarketing.com.br/

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode gostar

Conheça o 4work Coworking, espaço de Coworking em Vila Velha, ES

O 4work coworking é um espaço de coworking com duas unidades no bairro Praia da Costa em Vila Velha/ES, com salas compartilhadas e privativas

Como fechar seus primeiros clientes de Social Media em tempo recorde

Sim, é possível fechar seus primeiros clientes de Social Media em tempo recorde.

Nicho lucrativo para prestar serviços de Marketing Digital e Social Media

Sem dúvidas esse é um dos melhores nichos para prestar serviços de Social Media e Marketing Digital