Caiu? Levanta! Simples assim

Quais são seus desafios profissionais para 2015? Você tem um plano de carreira? Como sua carreira está sendo construída ao longo dos últimos anos?

Por muito tempo eu me fiz essas mesmas perguntas. Elas sempre aconteciam entre outubro e novembro, ou seja, próximo ao fim de mais um ano. Durante muito tempo eu não tinha uma resposta concreta para elas.

Em 2014 estive em muitas cidades dando palestras e treinamentos. Conheci muita gente e fiz novos amigos. Das 3 perguntas acima, costumava ouvir muito: André, como você montou o seu plano de carreira?

É muito comum com a chegada dos últimos meses do anos que as pessoas façam diversas promessas. As mais comuns e que eu escuto são:

  • Em 2015 entrarei na academia;
  • No próximo ano vou praticar um esporte;
  • Em 2015 quero mudar de emprego e estar mais próximo dos meus filhos;
  • No próximo ano quero me tornar um profissional de sucesso dentro da área que atuo;

Eu mesmo já fiz algumas dessas promessas e não cumpri nenhuma. O pior é que sempre transferia a culpa para alguma ocasião. Eu poderia fazer isso, as metas eram minhas oras. Triste comportamento.

Conheço pessoas que não estão dispostas a trocar o carnaval por uma semana de estudos. Essas mesmas pessoas não possuem respostas para as 3 perguntas no início desse post, mas estão acostumadas a todo final de ano fazer as mesmas promessas que listei.

Em 2006 entrei para a Faculdade de Publicidade e Propaganda. Foi a partir desse cenário que decidi que era hora de dar o fim a algumas atitudes que prejudicavam a realização dos meus sonhos e metas. Já tinha passado da hora de CONSTRUIR O MEU PLANO DE CARREIRA.

Durante os 4 anos de graduação lembro-me de todas as quedas que tive, e olha que não foram poucas, mas cada uma serviu para poder levantar e seguir em frente. Perdi muitos sábados de sol estudando, porém hoje posso afirmar que ganhei muitos sábados de sol estudando.

caiu? levanta-carreira-profissional

Frequentava eventos, palestras e cursos. Não era o primeiro da fila, mas estava sempre lá com o meu cartão de visitas e a minha barba bem feita. Anotava tudo e logo quando chegava em casa fazia um breve resumo. COLOCAVA EM PRÁTICA o mais rápido possível aquilo que eu gostava e fazia sentido dentro dos meus objetivos.

Fiz listas de coisas que eu gostava dentro da área de publicidade e propaganda. Comprei livros e assisti vídeos no YouTube com profissionais que davam dicas sobre a profissão. Comecei a seguir esses mesmos profissionais nas redes sociais e acompanhava de perto os links que eles compartilhavam. Foi um trabalho de formiguinha.

Arrisquei muito mais mais do que podia. Perdi dinheiro, mas aprendi com os erros. Levantava e arriscava novamente. Aprendi que não existe risco 100% calculado e que quando assunto é EDUCAÇÃO vale todo risco possível e impossível. Fiz isso e mais uma vez possa compartilhar com você que valeu muito a pena.

Como aprendizado, percebi que minhas maiores conquistas nesses últimos anos são frutos de todas as vezes em que eu fui e fiz. Ou seja, todas as vezes que me arrisquei.

Tive a oportunidade de ter professores que me ensinaram para a vida e não apenas para a sala de aula. Isso fez muito diferença. Brinco que eu colava nesses professores. Eu era um aluno chato. Queria ter as melhores notas e os trabalhos mais bem avaliados. No futuro você perceberá que isso faz muito diferença, mas apenas se vier com ATITUDE e VISÃO DE NEGÓCIOS.

Esteja sempre aberto as oportunidades. O mundo está cheio delas. Caso você não encontre alguma vá e crie a sua. Construí essa frase em 2008 e durmo todos os dias pensando nela.

Construa relacionamentos sustentáveis. Jamais aproxime-se de uma pessoa por interesse. Isso é feio e fará mal ao seu coração.

Perca algumas noites de sono trabalhando em seus projetos. Fique tranquilo que isso não fará mal a sua saúde, apenas é claro, se virar rotina. E como toda rotina, não valerá a pena.

Descubra aquilo que você gosta de fazer ou aprenda a gostar de algo. É simples!

Faça metas que você possa cumprir. Eu tenho metas diárias, semanais, mensais e anuais. Todas as de 2014 foram devidamente cumpridas. Inclusive a de me matricular em um intercâmbio para 2015 ao lado da minha esposa. Não vejo a hora de realizar mais esse sonho. Amém!

carreira-intercambio-nova-iorque

Crie punições para você mesmo. Tem gente que fala que eu sou doido, mas todas as vezes que eu não cumpro uma meta ou objetivo onde só dependa de mim, eu irei me punir. Mas como? Geralmente eu vou me privar das coisas que eu gosto, como por exemplo, não vou andar de longboard naquela semana. É simples e funciona muito bem para mim.

Estipule tarefas que você possa realizar fora do seu horário de expediente. Toda quinta-feira às 22:00, por exemplo, eu estudo sobre tendências de mercado, também separo um horário na semana para estudar sobre educação financeira. Você pode mudar as tarefas conforme vai aprendendo cada vez mais.

Acredite em você. Independente do que os outros falam ou pensam. Uma coisa é certa e sempre ouço isso dos meus pais. “Meu filho, saiba que nós sempre devemos ter o nosso nome limpo.” Sempre estou perto dos meus pais e aprendo muito com eles sobre comportamento, educação e carreira profissional.

a importancia da familia na carreira profissional

 

——————-

Se você chegou até aqui nesse post, o meu muito obrigado. Saiba que não existe fórmula ou receita pronta, dessas que sempre vejo na internet e nas redes sociais. Você vai precisar trabalhar duro, cair algumas dezenas e centenas de vezes, mas em todas elas levantar-se.

Desafios diários são fundamentais para construir uma carreira de sucesso e para você construir essa carreira, terá apenas que ter: DEDICAÇÃO, ATITUDE e FÉ.

Vamos caminhar juntos?

——————-

Para finalizar, deixo aqui um recado de um cara que provavelmente você já viu por aí:

Compartilhe agora
divider-tags
Saiba mais sobre:

11 respostas

  1. Ótimas dicas!

    Para mim você já um profissional de sucesso na sua área 😀

    Gostei muito do artigo e saliento que a questão de construir relacionamentos sustentáveis, pelo menos para mim é algo que eu levo muito à sério. Como conversamos em certa oportunidade, é incrível a quantidade de pessoas superficiais que se aproximam da gente, mas é importante conseguir diferenciar o joio do trigo e se achar joio, melhor cortar pela raiz… Pessoas tóxicas só sugam a nossa energia.

    Gostei quando você falou sobre Crie punições para você mesmo. Vou testar, rs 😀

    Abraços,

    Pri

    1. Olá Priscila, obrigado pelo seu carinho e feedback. Uma alegria saber que você gostou do post.

      As punições funcionam muito bem e são poderosas quando você não cumpre uma meta. Faça o teste e depois compartilhe conosco.

  2. Oi Andre,
    Gostei bastante das dicas e me identifiquei muito em alguns pontos.
    Minha conclusão você é o autor da sua história, renuncie, almeje, corra e busca por seus objetivos.

    Abç

  3. “Crie punições para você mesmo”. Gostei bastante dessa dica. A gente só precisa tomar cuidado com isso para não criar punições severas para nós mesmos, ainda mais porque somos muito auto-críticos. Se não acreditarmos em nós mesmos, é meramente impossível seguirmos em frente, mesmo com ajuda de outras pessoas ao seu redor. Parabéns pelo artigo, muito bom!

    1. Olá Glauber, tudo bem? Obrigado pela visita aqui no blog. É a sua primeira vez aqui?

      No início eu ficava meio triste com as punições que criava para mim mesmo, mas depois percebi como era possível criar punições que não prejudicava o andamento de um projeto ou uma atividade física ou até mesmo sair com minha esposa. Equilíbrio é fundamental. Abraços.

  4. André, ainda não tinha lido, mas acabei de ler e posso confessar que me enxerguei em muitas coisas que escreveu ali. Sei exatamente o que é batalhar pra vencer cada desafio… Sei o que é sonhar e ser chamado de louco… Pouca gente sabe, mas pra pagar meus estudos, eu trabalhava como segurança à noite. Trabalhava 12 horas por noite e ia pra faculdade de manhã. E ainda teve um período em que estagiava à tarde. Eu ia pra casa dormir uma noite sim , uma noite não. Isso me ensinou o valor do trabalho duro… Tive essa rotina durante os 4 anos da faculdade e por mais um ano depois de me formar e não arrumar emprego na minha área… Às vezes, quando estou desanimando, me lembro daquelas madrugadas geladas de trabalho em que muitas vezes me perguntava se aquilo tudo valia à pena e a resposta era “sim”. Eu lembro das coisas que já passei, das dificuldades que enfrentei e, de repente, meu desânimo fica pra trás. Obrigado por compartilhar isso conosco. Me emocionei aqui lembrando dessas dificuldades… E a vida que segue. Deixa eu ir pra cumprir uma das minhas promessas pra 2014: inglês 🙂 Abração, amigo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode gostar

Conheça o 4work Coworking, espaço de Coworking em Vila Velha, ES

O 4work coworking é um espaço de coworking com duas unidades no bairro Praia da Costa em Vila Velha/ES, com salas compartilhadas e privativas

Como fechar seus primeiros clientes de Social Media em tempo recorde

Sim, é possível fechar seus primeiros clientes de Social Media em tempo recorde.

Nicho lucrativo para prestar serviços de Marketing Digital e Social Media

Sem dúvidas esse é um dos melhores nichos para prestar serviços de Social Media e Marketing Digital