Community Marketing: mercado pouco explorado no Brasil

O surgimento de novos ambientes em que os utilizadores estão a desenvolver é estimular um aumento na segmentação de marketing.

Conceitos como o Pocket Marketing, Mobile marketing ou Community marketing será cada vez mais comum, e sua influência cada vez maior. Em torno deste último, Community marketing é um conjunto de princípios que devem ser respeitado, é um termo que se refere ao marketing em redes sociais e nas comunidades onde estão os usuários. É um erro entrar em uma comunidade e conceituar seus membros como seguimentos.

Isto serve para os meios tradicionais e para as estratégias tradicionais de marketing, mas não para as comunidades. Uma abordagem mais sociológica ou etológica permite que os usuários se percebam como tribos, e examinem quais tipos de comportamentos, eles têm entre eles e como eles se socializam.

community marketingA grande vantagem das comunidades e redes sociais é a grande quantidade de informação que fornecem. Ignorar esse fato limita o potencial das comunidades para as empresas. Na verdade as informações e as ações das comunidades farão com que os usuários criem ações micro segmentadas que agreguem valor para o usuário.

Em vista da socialização que gera as comunidades é necessário entender que mais do que um canal de vendas, as comunidade são redes, nas quais as decisões de compras são mais por conversas entre os usuários do que pelas ações de empresas. Tentar controlá-lo, como é feito com os canais de vendas, é um erro. Parece mais eficaz participar e tentar influenciar a conversa.

Portanto, a marca deixa de ser nestes ambientes o centro da ação, passando a ser o cliente. Assim, o valor de uma ação a ser definida do ponto de vista do cliente e não marca. O foco no cliente tem sido a de articular uma forma de oferecer soluções específicas para suas necessidades.

Do mesmo modo as marcas, o foco do grupo ou qualquer outro elemento de marketing devem ser vistos a partir de uma perspectiva do cliente. Dissemos antes que uma comunidade não é uma boa estratégia para focalizar a presença de fator de vendas e que as regras e comportamentos em si são mais para a socialização e colaboração de outros

As comunidades dão forma aos seus usuários, porque as marcas têm de se comportar como tal, se querem ser aceitas. Em si uma comunidade como o Facebook, sem usuários não há nenhuma razão para existir, é uma ferramenta, com seus pontos fortes e fracos, mas sem o tecido social que oferece aos usuários, sem a rede de conversas e contatos seria mais uma ferramenta de ferramentas, ou seja, estaria ali apenas para as pessoas aumentar seu ego virtual, e não participaria da conversa se não tivesse algo que lhe chamasse a atenção.

Compreender a importância do usuário, do possível cliente antes de começar a gerir a nossa presença em uma comunidade é essencial para que possamos alcançar bons resultados desta presença.

Como dissemos, as relações comerciais tornam-se as relações sociais em comunidades e como tal deve ser focado pela empresa. Que possamos conseguir não apenas sobre nossas ações, mas sim a partir das ações dos usuários da comunidade

Recomendo a Leitura do Artigo Community Marketing: three things to do differently, que fala sobre alguns temas que se devem agregar no Community Marketing.

Compartilhe agora
divider-tags
Saiba mais sobre:

2 respostas

  1. Vi esse post no Dihhit , ja havia pesquisado algo a respeito , mas não havia encontrado nenhuma informação. Se olharmos bem é como diz o titulo do artigo mercado pouco explorado, no Brasil hoje a maioria das empresas so pensa em vender, vender e vender, não querem escutar, mas acho que isso está começando a mudar, pois a influência em comunidades tem começado a crescer um pouco, vamos ver se em 2010 , o mercado abra a cabeça totalmente para isso.

    Excelente post Parabéns ese blog ja ta nos meus favoritos.:D

  2. ufa até quem enfim achei um post que posso mostrar ao meu chefe, de como não pensar apenas em vender em redes sociais, acho que dessa vez ele me escuta. Vlw pelo post 😀

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode gostar

Conheça o 4work Coworking, espaço de Coworking em Vila Velha, ES

O 4work coworking é um espaço de coworking com duas unidades no bairro Praia da Costa em Vila Velha/ES, com salas compartilhadas e privativas

Como fechar seus primeiros clientes de Social Media em tempo recorde

Sim, é possível fechar seus primeiros clientes de Social Media em tempo recorde.

Nicho lucrativo para prestar serviços de Marketing Digital e Social Media

Sem dúvidas esse é um dos melhores nichos para prestar serviços de Social Media e Marketing Digital