Agências trabalhando com núcleos

Não é nenhuma novidade que, no início, as agências digitais adaptaram o modelo de negócios e organização das agências “offline”. Afinal, quando a Internet começou a ser um modelo de negócios, as agências tidas como “tradicionais” já tinham realizado várias campanhas e conquistado milhares de Cannes e clientes, ou seja, havia um modelo consolidado. Adaptar modelos de sucesso a novos negócios não é demérito para ninguém.

Com o passar dos anos, as agências digitais começaram a criar sua própria estrutura de equipe e negócios. Uma vez que a maior receita das agências offline vinha da compra da mídia, era necessário buscar uma nova fonte de lucro para as agências digitais. Outro fator é que a web trouxe novas profissões como, por exemplo, Arquiteto de Informação, Analista de Links Patrocinados, Gerente de Redes Sociais, ou seja, cargos que não existem nas agências offline ou tradicionais.

Quando finalmente a web se consolidou como plataforma de comunicação, as agências digitais cresceram muito e os anunciantes passaram a investir nesse novo meio de comunicação. Como consequência, o mercado se aqueceu: cada agência começou a ter seu próprio modelo de gestão e foi se adaptando às realidades do mercado. Um exemplo é o modelo de núcleos focados em um só cliente, ou seja, equipes de criação, planejamento, mídia, TI e arquitetura de informação, dedicados exclusivamente a um único cliente na agência, mesmo que haja 10, 15 clientes. Agências tradicionais já atuam dessa forma há muito tempo.

Mas será que esse modelo de núcleos é o ideal?

Na minha modesta opinião, sim. Já trabalhei em agências de pequeno a grande porte. Em agências de pequeno porte, as equipes são “faz tudo” e não é raro o mesmo profissional acumular 3 ou 4 cargos; nas agências de grande porte, o profissional é contratado para uma única função. Se você é planner (como eu) vai ser só planner, se é mídia será mídia e se é diretor de arte vai fazer layouts! Nas agências pequenas não é raro o planner ser atendimento também, ou ser mídia ou gerente de projetos, ou as 4 funções ao mesmo tempo.

A razão para que isso ocorra é bem simples: dinheiro. Grandes agências atendem grandes contas com grandes verbas. Pequenas agências, podem até atender grandes clientes, mas com verbas muito reduzidas, o que dificulta contratar equipe e, mais ainda, dedicar 2 ou 3 profissionais a uma única conta.

Trabalhar em equipe dedicada a um só cliente, na minha opinião, é mais vantajoso para todo mundo. A agência consegue mensurar melhor o lucro daquele cliente, o cliente tem uma equipe pensando 24h nos seus problemas e em como resolvê-los e os profissionais conseguem se dedicar a um só segmento de mercado. Já trabalhei em agências em que tinha de pensar sobre banco, aviação, telefonia, automóvel e seguros no mesmo dia. Difícil analisar diariamente a concorrência com segmentos tão distantes entre si.

Quando se atende um único cliente, principalmente para nós, planners digitais, fica mais fácil analisar e mapear o que a concorrência faz e acompanhar assuntos que saem em sites do segmento; é mais fácil também analisar as tendências do mercado, o que está acontecendo no exterior e até mesmo analisar sites complementares. Enfim, consegue-se pensar 24h em como melhorar a performance da marca no ambiente digital.

Sabendo trabalhar, núcleos podem ser um diferencial para o atendimento da agências a seus clientes e uma grande chance de relacionamentos duradouros.

Compartilhe agora
divider-tags
Saiba mais sobre:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode gostar

5 Estratégias de Marketing e Vendas para sua empresa ter sucesso em 2024

Confira esse artigo com 5 estratégias de Marketing e Vendas para sua empresa ter sucesso em 2024 e saiba como aplicá-las hoje mesmo.

5 ações de Marketing Digital que toda pequena empresa deve investir em 2023

Confira aqui 5 ações de Marketing Digital que toda pequena empresa deve investir em 2023 para atrair clientes e divulgar seu produto.

Conheça o 4work Coworking, espaço de Coworking em Vila Velha, ES

O 4work coworking é um espaço de coworking com duas unidades no bairro Praia da Costa em Vila Velha/ES, com salas compartilhadas e privativas