Engenharia financeira em projetos sociais. O que é e como fazer?

Você  fez uma super proposta de mídias sociais, criou diversos indicadores, caprichou na apresentação e chegou no horário marcado, mas ao final da apresentação o cliente disse que estava caro? Acalma-se, isso é mais comum do que você possa imaginar. Nesses quase 8 anos de trabalho com projetos ligados à Internet, são raras vezes que NÃO nos deparamos com essa situação.

Algumas são fáceis de serem resolvidas, exige apenas um planejamento financeiro com toda sua equipe envolvendo o cliente. Apresente números e possíveis resultados que o projeto irá proporcionar. Faça projeções, seja prático!!

Já outras situações são mais complicadas, o cliente nem sempre compreende que um projeto de social media requer uma equipe de profissionais capacitados e qualificados para atingir os desejos esperados, assim como as expectativas geradas em torno do mesmo. Se você é profissional de marketing, deve aprender a criar as expectativas na hora certa e sempre superá-las. Se você não está pronto para fazer isso, esqueça e volte para a faculdade ou vá estudar um pouco mais.

cabecas-pensantes

Capital Intelectual é fundamental. Não pense que softwares de monitoramento vão resolver o seu problema, eles podem e devem ser parte de um projeto, (grande ou pequeno), mas é preciso de cabeças pensantes para interpretar dados e saber o momento certo de utilizá-los.

Diante de cenários onde o “cliente não quer pagar a conta”, é que entra a engenharia financeira. Sendo assim, vamos por partes:

  • O valor que será investido no projeto de social media está dentro das expectativas do cliente?
  • O quanto ele está disposto a pagar? Como ele chegou nesse número/valor?
  • O cliente já tem presença nas mídias sociais? Quais são os resultados até o momento do trabalho que ele realiza? Existem números tangíveis?
  • Existe uma verba para mídia OFF? É possível fazer a integração? Caso positivo, como podemos fazer isso?

A pergunta chave é: Existe algum parceiro onde podemos envolver no projeto? Como assim? Calma, eu explico.

Se você tem um restaurante de qualquer especialidade, provavelmente você possui diversos fornecedores, certo? Analisar essa informação em conjunto com todos os gestores será fundamental, pois na maioria dos casos onde tivemos problemas em “fechar a conta do projeto de social media”, buscamos uma alternativa junto aos fornecedores. É simples!

Crie um projeto onde o seu fornecedor faça parte e que os resultados só serão satisfatórios com a participação do mesmo. Ambos podem ganhar. Você irá aumentar o seu volume de vendas ao mesmo tempo que ele irá aumentar a participação no fornecimento de matéria prima. Mas não é só isso. O fornecedor pode ter a sua marca envolvida no projeto de social media:

  • Criação de posts;
  • Eventos no FB;
  • Imagens que conversam entre si (cliente e fornecedor);
  • Infográficos;
  • Posts patrocinados em blogs em que ambos possam utilizar do conteúdo;
  • Web série sobre a escolha do produto e um passo a passo de como fazer determinado prato.

Esses são apenas alguns exemplos de como podemos envolver cliente e fornecedor em um projeto de social media.

Participe e deixe sua opinião sobre o assunto. Será um prazer discutir e interagir com você.

Compartilhe agora
divider-tags
Saiba mais sobre:

4 respostas

  1. Achei o post bem claro e direto, sem contar a relevância do assunto. É muito complicado em muitos casos para o cliente entender que o trabalho em mídias sociais é um “investimento”, e não um gasto qualquer com um trabalho que “qualquer um poderia fazer”. Cabe a nós, profissionais de mídias sociais, saber (como diz no post) estruturar uma proposta financeira de maneira estratégica, digamos assim!

    Muito bom!

  2. Oi André!

    Gostei muito dos pontos apresentados.

    É natural que o cliente fique em dúvida sobre investir em social media até certo ponto…

    É nossa responsabilidade conseguir vender bem o peixe, traduzir os benefícios de forma que ele perceba que vai ganhar não só em vendas, mas também em reconhecimento da marca.

    Você disse tudo quando se referiu aos softwares de gestão. Eles são importantes, mas se não tiver as mentes pensantes, o dado será apenas um dado qualquer, e sabemos que o grande segredo de tudo é conseguir transformar esse dado em informação e oferecer uma opção para resolver um problema ou alavancar uma ideia.

    Parabéns pela clareza e objetividade.

    Me ajudou muito e aposto que ajudará a todos que tem problemas com essa questão.

    Priscila Stuani

    1. Olá Priscila, tudo bem? Fico super feliz em ter o seu feedback e contribuição.

      Sempre nos deparamos com essas dificuldades aqui na empresa. Além disso, esse tema é sempre perguntando em minhas palestras e treinamentos.

      Abraços

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode gostar

Conheça o 4work Coworking, espaço de Coworking em Vila Velha, ES

O 4work coworking é um espaço de coworking com duas unidades no bairro Praia da Costa em Vila Velha/ES, com salas compartilhadas e privativas

Como fechar seus primeiros clientes de Social Media em tempo recorde

Sim, é possível fechar seus primeiros clientes de Social Media em tempo recorde.

Nicho lucrativo para prestar serviços de Marketing Digital e Social Media

Sem dúvidas esse é um dos melhores nichos para prestar serviços de Social Media e Marketing Digital