Investimento criativo e com interatividade

Por Thiago Terra
www.mundodomarketing.com.br

mkt_espo_xgamessp

Em momentos de crise, a criatividade sempre foi um divisor de águas para muitas empresas e dela nascem, até hoje, grandes soluções para questões que parecem irreversíveis. O Marketing Esportivo, assim como outros segmentos, passa por um período onde empresas e empresários preferem esperar para ver o tamanho do problema que caminha junto coma crise financeira mundial.

Com medo de perder verba, tempo e prestígio por conta da crise na economia, anunciantes, veículos e agências não vêem outra saída se não a união de todos na busca por soluções criativas, com o objetivo de encontrar novos rumos de investimentos em Marketing Esportivo.

ESPN, TV Esporte Interativo e Caixa Econômica Federal são algumas das empresas que enxergam o momento atual da economia como uma oportunidade para usar a criatividade como diferencial em um mercado disputado como o esporte, onde o detalhe decide o futuro tanto dentro, quanto fora das quatro linhas.

Criatividade radical
Com foco nos Estados Unidos, é inevitável pensar que a ESPN, empresa que está no guarda-chuva da Disney, não entrará no centro do furacão econômico da América do Norte. A nova realidade financeira do mercado ligou o alerta na ESPN por conta da possibilidade de redução na verba. “Precisaremos de criatividade para reter os anunciantes através de ajustes e novas soluções para investimentos. Em momento de crise é melhor acelerar”, avalia Marcelo Pacheco, Diretor Comercial da ESPN.

Acelerar não é uma metáfora para a ESPN com relação à economia. A empresa comemora o resultado de mais uma edição do X-Games, que aconteceu pela primeira vez em São Paulo este ano. Sempre amparado por uma parceria forte, o evento de esportes radicais foi criado há 14 anos com o objetivo de ser o maior do planeta. Já foram mais de 40 edições até hoje e entre os esportes radicais praticados nestes anos. Rally, Surf e Skate são os mais populares.

O X-Games cresceu e apareceu para o mundo todo e hoje é realizado em oito países, com participação de mais de 500 atletas e um investimento que ultrapassa US$ 200 milhões e atinge cerca de 110 milhões de telespectadores no Brasil. Números que resultam em contratos de patrocínio.

Compartilhe agora
divider-tags
Saiba mais sobre:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode gostar

Conheça o 4work Coworking, espaço de Coworking em Vila Velha, ES

O 4work coworking é um espaço de coworking com duas unidades no bairro Praia da Costa em Vila Velha/ES, com salas compartilhadas e privativas

Como fechar seus primeiros clientes de Social Media em tempo recorde

Sim, é possível fechar seus primeiros clientes de Social Media em tempo recorde.

Nicho lucrativo para prestar serviços de Marketing Digital e Social Media

Sem dúvidas esse é um dos melhores nichos para prestar serviços de Social Media e Marketing Digital