ArtigosBlog

Como transformar seu conhecimento em lucro vendendo produtos digitais

By 13 de outubro de 2019 No Comments

Eu criei o meu primeiro produto 100% digital em 2015, mas bem antes disso eu já vendia consultorias online para profissionais e empresários fora do Espírito Santo e entregava via Skype.

Sendo bem sincero, é difícil imaginar um profissional de qualquer nicho que não esteja pensando nisso agora.

Talvez a sua preguiça de pensar fora da caixa não esteja deixando ou talvez você ache que isso não é para você.

A verdade é que mais cedo ou mais tarde você irá se deparar com alguém ou um conhecido falando sobre: Produto digital, infoproduto…

Não sei se você sabe, mas eu tenho 14 produtos digitais. Nessa página estão 10, mas além deles tenho mentorias e consultorias.

12, 27, 67, 697… R$ 1.997,00

Eu sei exatamente o que é preciso para criar um produto digital, qual a melhor estratégia para vendê-lo todos os dias e quais possíveis formatos de entrega.

Antes de de mostrar como é possível transformar o seu conhecimento em lucro vendendo produtos digitais, eu quero compartilhar com você alguns dos motivos que me levaram a entrar nesse mercado.

Por que eu decidi entrar nesse mercado, o que faz dele tão especial e com um potencial enorme?

Liberdade geográfica

Em 2015 quando morei 35 dias em NY com a minha esposa para fazer um intercambio e se divertir, eu percebi o quanto o meu negócio era lucrativo e que eu definitivamente não precisava de um escritório físico para tocá-lo e ter lucro.

intercâmbio-Estados-Unidos

Naquela época eu ainda estava engatinhando com a criação de produtos digitais, mas já tinha as minhas consultorias online. Bastava apenas me conectar à internet em um dos muitos Starbucks de Manhattan e fazer a reunião via skype ou hangout com o meu cliente.

Nos últimos anos eu já estive em 14 estados e mais de 60 cidades pelo Brasil, além de Miami, Orlando e Buenos Aires.

Escalabilidade

Eu tenho mais de 7.000 alunos, sendo a grande maioria do Brasil, mas também tenho alunos brasileiros que moram na Europa e Estados Unidos. Ah, eu também tenho alunos de Angola.

Quando você tem um produto digital, você não se limita a vendê-lo somente para quem mora no seu bairro ou cidade. O produto digital não tem frete, então você tem centenas de milhares de clientes potenciais para adquiri-lo, levando em consideração o seu nicho.

Resumindo: Você pode multiplicar a lucratividade do seu negócio sem ter que aumentar os custos na mesma proporção.

Não preciso ter estoque.

Se você vende produto físico, sabe que precisa ter uma quantidade razoável no estoque. Eu sei o que é isso, pois eu já tive um restaurante aqui em Vila Velha/ES. No meu estoque tinha mais de 100kg de costela de porco congelada. Ou seja, eu tinha muito dinheiro parado toda semana.

Não sei se você concorda, mas estoque é dinheiro parado. No produto digital não existe isso. Seja vídeo, e-book, planilha, áudio… você não precisa ter um estoque.

Baixo investimento

Se você tiver um computador e um smartphone com acesso à internet já é suficiente para começar. Foi exatamente assim que eu comecei.

Filmadora, celular de última geração, tripé, microfone de lapela… são coisas que você pode adquirir posteriormente.

O mais importante de tudo para quem está começando é conectar o seu conteúdo com a sua audiência e pra fazer isso você não precisa mais do que um celular num primeiro momento.

Eu sei que você já deve ter lido ou visto algum vídeo de algum profissional gritando que você vai precisar de um software de automação para captar leads, outro de de criação de landinpage e por aí vai.

Nada disso foi preciso no case logo abaixo que vou te mostrar.

“André, sensacional os motivos pelos quais você decidiu entrar e você acaba de me convencer. Agora me mostra o COMO, por favor”.

Vamos lá, agora eu quero te mostrar o COMO

Pegue uma folha em branco e depois volte aqui para continuar lendo o texto. Pegou? Nessa folha em branco você vai anotar todas as suas habilidades e conhecimentos.

É o momento que eu chamo de DESCOBERTA. Descobrir como suas habilidades e conhecimentos podem ajudar outras pessoas.

Esse é um dos pontos mais importantes, pois não se trata de vender cursos ou e-books. Pra mim é como eu posso ajudar outras pessoas através do meu conhecimento para transformar a vida e os negócios dela.

#DICA: Se você já tem uma conta no Instagram, use o recurso de enquetes e o box de perguntas para descobrir as necessidades e desejos dos seus seguidores. Isso irá te ajudar nos próximos passos.

Depois da descoberta, chegou o momento de criar uma audiência. Caso você já tenha uma no Instagram, Facebook, LinkedIn… ou até uma lista de e-mails, é preciso de 3 pilares importantes: conversar, interagir e engajar. Com uma audiência engajada, você dará os primeiros passos para fazer uma oferta e vender.

“André, eu preciso ter uma lista com 1.000 e-mails para fazer uma oferta e começar a vender?”

Tipo de pergunta bem comum que me fazem e a minha resposta é não.

Repito, quando fizemos + de 10.000,00 em vendas em pouquíssimas horas com a Médica Veterinária, Luiza Quintela, ela tinha 0 lead, mas tinha um engajamento excelente e já era autoridade para muitos dos seus seguidores.

E ela tem feito isso entregando um conteúdo cada vez mais F!%#

Ou seja, se você está começando do 0, saiba que para criar uma audiência você vai precisar fazer marketing de conteúdo. Esse artigo que você está lendo faz parte de uma estratégia de marketing de conteúdo, ok?

Você pode ter listas de e-mails, assim como você pode ter contatos no WhatsApp, Telegram, inscritos no YouTube, leitores no blog…

Existem muitas formas de se envolver com a sua audiência para oferecer algo para ela.

Os dois próximos passos são: ESTIMULAR e fazer uma OFERTA.

Seus seguidores precisam entender que você irá oferecer algo a eles e que isso será pago. E que fique claro que não tem problema nenhum isso. Afinal, você está entregando um conteúdo e os ajudando com dicas e insights todos os dias. É o que eu chamo de reciprocidade.

A pessoa irá querer comprar algo seu talvez pelo simples fato de você já ajudá-la todos os dias.

Deixe claro para os seus seguidores o que você está ofertando: Uma mentoria em grupo ou individual, 10 aulas sobre como aprender tocar violão começando do 0, um e-book com cuidados com o seu cachorro…

“André, entendi tudo… mas onde deixarei o conteúdo dos vídeos que gravar?” Eu não quero entrar em detalhes nessa parte operacional, mas deixe eu te dar algumas boas dicas.

Busque por Hotmart, Eduzz e Monetizze. São algumas das plataformas que você poderá hospedar a sua vídeo aula e se preocupar apenas em vender.

Eu uso o Hotmart e é por lá que entrego todos os meus cursos online. Então o primeiro passo se você ainda não tem conta por lá, é criar uma.

Quer se aprofunda ainda mais no assunto? Eu tenho um treinamento online e gratuito que mostro em 6 etapas práticas como transformar o seu conhecimento em lucro com um produto digital.

Para ter acesso clique neste link https://conteudo.omelhordomarketing.com.br/conhecimento-lucro/

Espero que você tenha gostado desse artigo. Se tiver dúvidas deixe seu comentário.

Compartilhe
andremmkt

Sobre andremmkt

Deixe uma resposta

© O MELHOR DO MARKETING. 2016