Quem são os brasileiros nas Redes Sociais?

Nos últimos 2 anos o conceito de Redes Sociais tem crescido muito. As agências preparam diversos planejamentos para que seus clientes entrem em Orkut, Twitter, Facebook, YouTube, Limão, Me Adiciona; lembrando que o que importa não é estar e sim COMO estar!

A maioria dos clientes não se sente seguro para entrar nas redes, por mais que as agências provem que entrar na Rede Social é algo vital para a marca na web, aliás, sejamos sinceros é vital para a marca! Os anunciantes tem medo do que as pessoas vão falar e ler sobre sua marca…

Tenho certeza que muitos de vocês, leitores, possuem diversos perfis. Eu mesmo tenho os meus, todos alocados no meu perfil www.meadciona.com/plannerfelipe

Certa vez, em uma palestra sobre marketing digital, me lembro de ter ouvido a frase dirigida aos gestores de marca/marketing dos anunciantes: “Se você acha que a sua marca não está no Orkut, abra o olho, pois ela está” e saber disso é muito simples, basta entrar no Orkut e pesquisar qualquer marca que lhe venha a cabeça, acho muito difícil dela não estar lá; o melhor dessa ação é que quem colocou a marca no Orkut não foi (na maioria das vezes) o anunciante e sim seus apaixonados consumidores. Quer relação melhor do que essa?

Vamos a um case que revi semana passada em uma palestra que ministrei em São Paulo sobre Planejamento Estratégico Digital junto com um excelente time de profissionais. O case é do Nescau.

A Nestlé decidiu em 2007, trocar o tradicional Nescau pelo novo Nescau 2.0 com uma nova fórmula a fim de substituir o antigo. Uma consumidora – muito fã da marca – resolveu reclamar criando uma comunidade no Orkut. Em pouco tempo, essa comunidade ganhou mais e mais adeptos chegando a mais de 50 mil pessoas, que além de estarem ali protestando geravam diversas conversas sobre o assunto.

Essa ação fez simplesmente a Nestlé desistir de tirar o Nescau de circulação e hoje o consumidor pode optar entre o Tradicional e o Nescau 2.0. Que marca quer deixar 50 mil pessoas tristes devido a uma decisão que não agrada esses consumidores?

Escrevendo esse artigo eu pesquisei algumas das minhas marcas favoritas, as quais estou usando de exemplo aqui e não fazendo nenhum tipo de propaganda, mesmo porque eu não recebo nada por isso e muito menos trabalho para alguma delas.

Chevrolet são mais de 1.000 comunidades, sendo que a maior delas tem mais de 16 mil membros, e pelo menos nas 3 primeiras páginas ou são amantes da marca ou de carros específicos da marca como a Captiva ou o Camaro por exemplo.

Coca-Cola possui mais de 1.000 comunidades, sendo que a maior com mais de 1,3 milhões de pessoas pede uma garrafa de 20 litros da Bebida; outras 375 mil se declaram amantes do produto

Nike com mais de 1.000 comunidades, sendo que a maior tem mais de 638 mil membros.

A pergunta que não quer calar: Será que essas marcas interagem com seus usuários no Orkut, tal qual fez o Nescau?

Não acredito que a Coca-Cola vá criar uma garrafa de 20 litros, mesmo porque sabemos que dentro das comunidades há muitos “festeiros” que estão ali por estar, mas se essa comunidade começar a ter discussões relevantes em volta dessa questão, ter engajamento do usuário é bom a Coca-Cola abrir os olhos e começar a pesquisar sobre uma garrafa de 20 litros…pensar até, as vezes, no produto para fins específicos como uma festa, um churrasco ou bares.

Mas quem são as pessoas que estão nas Redes Sociais? Sabemos que o Brasil possui cerca de 68 milhões de usuários de Internet, que ficamos mais de 48h conectados por mês (depende da pessoa, eu fico pelo menos umas 200h conectado por mês).

Uma pesquisa da E.Life e In Press Porter Novelli desenhou o perfil do internauta de Redes Sociais no Brasil. Essa pesquisa tem uma amostragem de 1.277 entrevistados nos dá um panorama de quem são os internautas “pró-consumidores” ou seja, aqueles que produzem conteúdo.

63% São mulheres! Sim, diferente do equilíbrio do perfil do internauta (51% homens, 49% mulheres), nas Redes Sociais elas dominam. A média de idade está em 28 anos, entretanto a maioria das pessoas (40%) não tem o ensino superior completo mas possuem renda acima dos 4,5 mil reais, o que pelo critério Brasil já pode ser considerado da classe A; 46% estão em São Paulo 18% no Rio de Janeiro (esse perfil é muito similar ao perfil do internauta brasileiro).

Twitter e Orkut são os “reis” das redes sociais, são os mais acessados com 38,5% para o Twitter e 27% para o Orkut; segundo recente pesquisa do portal Mundo do Marketing, o Twitter hoje é a principal ferramenta para as pessoas se manterem informadas e o Orkut para se relacionar. Blogs vêem em 3º na preferência com 14% dos acessos. Twitter é usado de 5 a 7 dias por semana, Orkut, Youtube e Blog de 2 a 4, por isso, o Twitter é a rede social mais acessada.

62% dos twitteiros e 44% dos blogueiros ficam mais de 41h por semana online; não necessariamente eles ficam o tempo todo em seus Twitters ou Blogs e sim navegando. Eu atualizo meu blog (plannerfelipemorais.blogspot.com) diariamente, devo ficar cerca de 30 minutos para escrever; no meu Twitter (@plannerfelipe) fico aproximadamente 1 hora atualizando e lendo, mas isso durante todo o dia de trabalho e não na sequencia; penso que o comportamento dos entrevistados deva ser o mesmo.

89% tem conta no Orkut, 80% no Twitter, 79% no YouTube, 60% no Blogger; ou seja, as pessoas tem mais de uma comunidade ou Rede Social e interage em todas, é preciso entender o porque desse comportamento e qual o “DNA” de cada rede para saber como atingir o público de cada uma delas, pois a mesma pessoa tem um comportamento no Twiiter, um no Orkut, um no YouTube…

Enfim, esse é um panorama ou um Raio-X, como queiram do perfil do usuário de Redes Sociais. Marcas, comecem a abrir os olhos pois seus consumidores estão lá, estão falando o que vocês querem e precisam ouvir; planners Redes Sociais é um grande repertório para pesquisas…

A pesquisa na íntegra você confere em http://www.slideshare.net/dvilardo/habitos-de-uso-e-comportamento

Compartilhe agora
divider-tags
Saiba mais sobre:

Uma resposta

  1. MInha única ressalva é que essa pesquisa foi realizada com o público que se relaciona com a agência, ou seja, só hard users.

    Mas no início do texto falou sobre as empresas e as redes sociais. E em recente palestra que assisti Sergio Valente, ele falou: ‘propaganda antes era boliche, jogava a bola e derrubava 9 pinos, hoje é pinball, a ideia vai pra onde quiser e quem deixar o disco mais tempo na mesa é o ganhador do jogo’. E é isso que as empresas que já acordaram faz hoje.

    MATEUS

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode gostar

Conheça o 4work Coworking, espaço de Coworking em Vila Velha, ES

O 4work coworking é um espaço de coworking com duas unidades no bairro Praia da Costa em Vila Velha/ES, com salas compartilhadas e privativas

Como fechar seus primeiros clientes de Social Media em tempo recorde

Sim, é possível fechar seus primeiros clientes de Social Media em tempo recorde.

Nicho lucrativo para prestar serviços de Marketing Digital e Social Media

Sem dúvidas esse é um dos melhores nichos para prestar serviços de Social Media e Marketing Digital