O esquecimento das mídias sociais pelo esporte brasileiro

Até quando o esporte brasileiro, e respectivos profissionais, irão ignorar a importância das redes sociais? É algo normal ignorar os mais de 550 milhões de usuários pelo mundo do Facebook e os 180 milhões do Twitter?

A maioria dos clubes de futebol no Brasil já aderiu ao Twitter, mas o Facebook segue completamente esquecido. Para não se dizer a totalidade, o G4 paulista, não só está no Facebook, como se utilizam corretamente da ferramenta. Mas o problema é que as páginas criadas por torcedores mantêm mais seguidores que as páginas oficiais do clube, como ocorre com o SPFC, Santos e Palmeiras. O Corinthians é muito beneficiado pela presença e ativação da Nike na rede.

No Twitter, fica difícil saber quais são os perfis oficiais, uma vez que muitos torcedores criam contas com nome do clube. Mas sua instantaneidade, impacto e facilidade no uso, auxiliam e muito, a mensuração do retorno de ações.

Tira-se a conclusão que os torcedores acabam fazendo o trabalho dos profissionais dos clubes, que antes de qualquer torcedor, deveriam notar a importâncias das mídias no país, mapear a presença dos torcedores, e em cima disso, criar ações voltadas a este público

Outros esportes, como Basquete e vôlei, não ficam de fora. A NBB, Liga do basquete brasileiro, utiliza ambas as redes apenas para informar resultados e estatísticas. O que não deixa de ser bacana para quem, muitas vezes, não consegue acompanhar a Liga. Mas ainda é pouco.

As equipes envolvidas, tanto no basquete quanto no vôlei, poderiam fazer ações de incentivo para um melhor público nos ginásios, ou capitalizar de alguma maneira, para compensar esta ausência. A ganância em aparecer na TV e conseguir boas audiências, não podem ser maiores que a valorização da presença do público no ginásio. Tem que haver um equilíbrio.

Novos torcedores, maior relacionamento, novas opções de negócios, fortalecimento da imagem, são alguns dos benefícios que os clubes desperdiçam pela ausência ou mau uso das mídias sociais, que cada vez mais, conseguem novos e engajados usuários

Compartilhe agora
divider-tags
Saiba mais sobre:

Uma resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode gostar

Conheça o 4work Coworking, espaço de Coworking em Vila Velha, ES

O 4work coworking é um espaço de coworking com duas unidades no bairro Praia da Costa em Vila Velha/ES, com salas compartilhadas e privativas

Como fechar seus primeiros clientes de Social Media em tempo recorde

Sim, é possível fechar seus primeiros clientes de Social Media em tempo recorde.

Nicho lucrativo para prestar serviços de Marketing Digital e Social Media

Sem dúvidas esse é um dos melhores nichos para prestar serviços de Social Media e Marketing Digital